Controle financeiro para lojistas: 4 erros comuns

Controle financeiro: o setor do varejo é um dos que mais apresenta desafios financeiros aos empreendedores, dadas as variações econômicas do mercado e a própria pandemia atualmente, que precisou adaptar muitos negócios. 

Nesse sentido, controle financeiro é via de regra para quem deseja manter-se vivo em meio às dificuldades econômicas, com saúde financeira e um orçamento organizado. 

Para evitar riscos e adquirir permanência no mercado, as finanças são fundamentais. Por isso, elencamos alguns erros muito comuns, mas que podem fazer a diferença no seu orçamento e comprometer a organização das suas finanças. Confira!

  1. Não checar sempre o fluxo de caixa

Parece um erro pequeno, mas esquecer de checar diariamente o seu fluxo de caixa pode trazer problemas maiores ao seu negócio, como compra equivocada de insumos (que poderiam ser economizados caso você estivesse em um momento apertado), quanto  de destinação de recursos de acordo com as suas verdadeiras necessidades. 

Outro ponto fundamental é a frente de caixa, que sem uma movimentação controlada pode gerar desgastes ao seu consumidor no ato da compra.

Além disso, um fluxo de caixa bagunçado pode gerar confusões no seu estoque, nas suas contas e pagamentos.

 

  1. Não separar contas pessoais das empresariais

A prática pode ser considerada bastante comum entre microempresas e empreendimentos familiares, porém, é sabido que pode ser muito nociva para a saúde financeira e longevidade do negócio. Isto porque uma retiradinha aqui, outra ali, podem se perder com o tempo, e acabar virando uma verdadeira bola de neve de rombo em orçamentos no caixa. 

Não deixe isso acontecer. Separe o caixa financeiro da empresa das suas finanças pessoais. 

  1. Não registrar todas as operações

Por mais pequena que seja uma determinada ação nas finanças do seu negócio, é fundamental te-la registrada em seus controles. A não anotação pode gerar confusão, perda de informações e o pior: contribuir para que você perca as rédeas financeiras do seu negócio.

Outro aspecto comum é anotar em um bloco de papel ou em uma planilha no computador. Além de dificultar o registro organizado de informações, essas práticas podem ser substituídas por um bom sistema de gestão financeira. 

  1. Não realizar um controle de estoque

Fonte de perdas no varejo brasileiro segundo diversos estudos, o controle de estoque é um indicativo do ritmo das suas vendas, de quais produtos possuem mais saída, e também da sua lucratividade. Por isso, não deixe de realizar o controle adequado do seu estoque. 

Conte com um sistema de gestão empresarial com controle financeiro completo

O controle financeiro é um dos pontos mais sensíveis do gerenciamento de um negócio. Ficar atento a todos os indicadores é a certeza de mais segurança na hora de tomar decisões e realizar investimentos. 

Nada melhor que iniciar o seu ano novo com um controle financeiro ágil, automatizado e eficiente como o SaaSFin.

Com módulos que garantem o controle das suas finanças de forma integrada, como Contas a Pagar e Receber, Fluxo de Caixa e DRE, dentre outros, no SaaSFin você pode realizar a gestão financeira e empresarial do seu negócio de forma completa, contando com um controle eficiente de todas as suas operações financeiras, panoramas realistas sobre a saúde da sua empresa e, ainda, resumos financeiros de acordo com a sua necessidade (diário, mensal, anual ou por período).

Conheça agora.

Tags: